Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A menina de caracóis

"Eu não escrevo em português. Escrevo eu mesmo." Fernando Pessoa

A menina de caracóis

"Eu não escrevo em português. Escrevo eu mesmo." Fernando Pessoa

Uma amizade para a vida

Todos diziam que jamais seríamos amigas. Talvez pelo meu espírito rebelde, por acharem que estava sempre contra tudo e contra todos quando, na verdade, só estava a lutar pelos meus, pelos nossos direitos, contra as injustiças que nos queriam impor. Recordo-me perfeitamente do primeiro dia, estavas com algum receio da minha reacção mas o meu sorriso à chegada deu-te algum à vontade. Na realidade, nunca fomos de julgar ninguém sem primeiro conhecermos as pessoas e com o passar dos dias chegámos à conclusão que tínhamos mais em comum do que imaginávamos, para inveja de muitos. Mas só percebeste que nada tinha contra ti quando, naquele dia, era eu a única pessoa que te podia ajudar. Sabias qual era a minha opinião quanto ao que se estava a passar por isso, não tiveste coragem suficiente para me pedir ajuda e enquanto alguém se preparava para ir para sua casa tranquila da vida, dormir uma boa noite de sono e deixar-te naquela situação, eu podia ter feito o mesmo afinal, estava mais que na minha hora. Mesmo assim decidi ficar para juntas resolvermos o problema. Ambas sabíamos que não era a mim que me competia ter ficado mas nunca fui de abandonar o barco quando mais precisavam de ajuda. Sei que farias o mesmo por mim. Virámos a noite mas conseguimos resolver o problema e aqui perceberam que juntas éramos ainda melhores e mais uma vez não gostaram. Contra tudo e contra todos a nossa amizade sempre venceu porque nunca deixámos de acreditar em nós. Um dia eu decidi voar, naquela altura precisava daquela mudança na minha vida. Sempre me apoiaste nas minhas escolhas mas lembro-me perfeitamente do que me disseste: "Fazes ideia onde te vais meter? Olha que te vais arrepender." Na realidade arrependi-me e bastante até mas também me deste os parabéns por ter sido tão forte. Sempre disseste que no meu lugar terias feito muitas loucuras mas eu só não fiz porque tu também estavas lá. As nossas vidas seguiram rumos diferentes mas a nossa amizade ficou e ficará para sempre porque o que é verdadeiro fica quer seja na amizade quer seja no amor. Deixaste-me também este perfume, para me lembrar de ti, da nossa história que ainda não terminou. Sempre achaste que eu usava um perfume muito à mulher, que devia usar um mais à menina :) Este foi o perfume que tu escolheste para mim. Um perfume jovial, doce, suave e ao mesmo tempo forte, como tu dizes que eu sou. Na altura, foi este anúncio com uma menina rebelde, indomável e com temperamento impetuoso que te levou a escolher o perfume Valentina para mim. Um perfume que eu adoro e que uso à mais de quatro anos sem nunca me cansar dele. É claro que não o uso todos os dias mas é com toda a certeza o que uso mais.

 

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    A menina de caracóis 29.10.2015 09:49

    Às vezes as mais inesperadas são as mais verdadeiras e as que ficam para toda a vida.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.